Oito escolas de Santa Maria receberão, nesta quarta-feira, selo internacional da Unesco

A entrega do selo da Unesco vai ocorrer em Salvador, na Bahia, durante o Encontro Nacional da Rede PEA-Unesco 2018. Foto: Reprodução


Nesta quarta-feira (12), oito escolas de Santa Maria – sendo sete da Rede Municipal de Ensino – serão reconhecidas internacionalmente pela sua dedicação e pelo seu empenho em projetos desenvolvidos nas instituições. As escolas municipais de Ensino Fundamental (EMEFs) Perpétuo Socorro, José Paim de Oliveira, Altina Teixeira, Pão dos Pobres, Vicente Farencena, Chácara das Flores e Intendente Manoel Ribas, além da Escola Santa Catarina, receberão o certificado do Programa das Escolas Associadas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (PEA-Unesco).

A entrega do selo da Unesco vai ocorrer em Salvador, na Bahia, durante o Encontro Nacional da Rede PEA-Unesco 2018 – que inicia hoje e vai até sexta-feira (14). Professores das escolas contempladas, bem como a secretária e a adjunta de Educação, Lúcia Madruga e Maria Goretti Rocha Farias, respectivamente, e a responsável pelos projetos de certificação do programa na Secretaria de Educação, Elhonara Diniz Ribeiro, estão na capital baiana para participar do encontro.

Nos próximos três dias, os educadores participarão de palestras, oficinas e debates, além, claro, de receber a certificação internacional. Para ganhar o selo, as escolas passaram por longos processos de avaliação e tiveram que comprovar, em nível nacional e internacional, que seus projetos cumprem com os quatro eixos temáticos da PEA-Unesco: Problemas mundiais, sustentabilidade, cultura de paz e intercâmbio cultural.

RECONHECIMENTO DO TRABALHO

A cidade Coração do Rio Grande é destaque no número de certificações devido ao empenho das escolas e da Secretaria de Educação. Um dos motivos que incentivou as instituições de Santa Maria a participar do Programa das Escolas Associadas foi o II Encontro Nacional de Treinamento e Formação de Professores e Tutores de Comunidades de Aprendizagem Colaborativa, ocorrido na cidade em novembro do ano passado. O evento promovido pelo Infection Control Awareness Through Education (ICATE) é ligado ao PEA-Unesco e foi organizado pela Prefeitura Municipal.

“Graças à dedicação e ao comprometimento da equipe da Secretaria de Educação realizamos um evento de abrangência nacional e internacional em 2017. A partir dele, e do que ele representou aos educadores no Município, estamos colhendo os frutos, já que, agora, estas instituições retornam à cidade certificadas por uma organização internacionalmente reconhecida”, disse o prefeito Jorge Pozzobom.

A VALORIZAÇÃO DO ENSINO

Em Salvador, o clima é de emoção pelo reconhecimento do trabalho prestado no Coração do Rio Grande.

“Receber esta certificação significa o reconhecimento e a valorização de todo um trabalho que se faz integrando a realidade da escola do campo, na qual os projetos desenvolvidos vinculam os saberes científicos e do meio com os quatro eixos que norteiam o fazer pedagógico proposto pelo PEA Unesco”, destacou a vice-diretora da José Paim de Oliveira, Silvia Rossi Rocha.

“Receber este certificado é o reconhecimento do trabalho do professor junto à comunidade escolar e a real valorização do ensino”, disse a diretora da Perpétuo Socorro, Daniela Guterres de Oliveira.

Em Santa Maria, até então, a única instituição que conta com o selo é a Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Borges de Medeiros. Agora, com as novas certificações, as nove escolas passam a ser reconhecidas e ter uma avaliação isenta internacional do fazer pedagógico, além de serem parte das escolas associadas da Unesco.

 

 

Fonte: Prefeitura de Santa Maria



Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*