Santa-marienses aproveitaram o Dia D para se vacinar contra a gripe

Unidades Básicas, Estratégias Saúde da Família e pontos volantes abriram as portas neste sábado. Foto: João Vilnei/Prefeitura


Os santa-marienses tiveram uma oportunidade extra, neste sábado (12), para se vacinar contra a gripe. Isso porque todas as Unidades Básicas de Saúde, Estratégias Saúde da Família (ESF) e pontos volantes abriram as portas para receber a população no Dia D da vacinação. As unidades seguem imunizando nos dias de semana, no entanto, o objetivo é garantir que as pessoas que não têm tempo de procurar os locais de segunda a sexta-feira possam receber a dose.

Na manhã deste sábado, o posto volante montado na Praça Saldanha Marinho ficou bastante movimentado. Muitas pessoas que cruzaram por ali aproveitaram a oportunidade para se vacinar contra a gripe. Idosos, crianças e as demais populações que estão nos grupos prioritários também foram até as postos de Saúde procurar pela imunização.

Conforme a enfermeira Evanir Parcianello, responsável pela Unidade Móvel que estava na Praça Saldanha Marinho, o movimento durante a manhã foi bastante positivo, mas, ela reforça a necessidade das pessoas seguirem procurando a imunização.

“Tivemos uma boa procura. A todo momento tem pessoas se imunizando, mas, é importante lembrarmos que quem não veio hoje, que procure as unidades durante a semana”, disse Evanir.

“Estava passando aqui e aproveitei para me imunizar. Às vezes, no dia a dia, é difícil ir até o posto se vacinar. Certamente essa foi uma boa oportunidade”, disse a dona de casa Medianeira Cardoso, 67 anos.

Grupos de risco

Podem receber a imunização, as pessoas que se encaixam nos grupos de risco da campanha. São elas: crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade; gestantes (independente do período gestacional); puérperas até 45 dias após o parto; idosos; indígenas; e trabalhadores da área da saúde. Além dessa população incluída nos grupos de risco, também são contemplados na campanha os professores; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional; e pessoas portadoras de doenças crônicas e de outras categorias de risco clínico. Para estes grupos, não há uma meta específica.

Até a última quinta-feira, Santa Maria já havia vacinado 42.680 pessoas. A meta estipulada é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários.

 

Fonte: Prefeitura de Santa Maria