Semana terá início com 48 escolas estaduais em greve na região Central

Conselho Geral do 2º Núcleo do CPERS esteve reunido na sexta-feira (8) para definir a agenda de atos desta semana. Foto: Maiquel Rosauro


A greve dos educadores estaduais atinge 48 escolas na região Central do Rio Grande do Sul, sendo 29 paradas e 19 funcionando de forma parcial. Em Santa Maria, são 18 instituições sem aulas (confira abaixo).

A paralisação teve início em 5 de setembro e tem como principal justificativa o parcelamento de salários pelo governo do Estado. A greve segue por tempo indeterminado.

De acordo com o diretor geral do 2º Núcleo do CPERS/Sindicato, Rafael Torres, a greve será ampliada esta semana. A entidade preparou diversas ações para pressionar o Piratini a fazer o pagamento integral dos salários e a parar com a política de parcelamento.

“Vamos continuar realizando visitas constantes às escolas e, a partir das 16h desta segunda (11), vamos instalar um piquete na Praça Saldanha Marinho que servirá como ponto de encontro da categoria”, explica Torres.

Na terça (12), o CPERS promoverá um grande ato estadual em frente ao Palácio Piratini, às 10h. Educadores, estudantes e comunidade escolar que tiverem interesse de participar devem entrar em contato com o 2º Núcleo, pelo telefone (55) 3221-7262, até as 11h desta segunda. O transporte será subsidiado e 20% das vagas são destinadas à comunidade escolar.

Na quarta (13), o 2º Núcleo irá realizar uma aula cidadã na Praça Saldanha Marinho e, no dia seguinte, no mesmo local, está previsto um ato público unificado com servidores de outras categorias. Sexta-feira (15), será dia de protesto na sede da 8ª Coordenadoria Regional de Educação (8ª CRE), na Avenida Presidente Vargas, 1052 (confira abaixo a agenda completa).

Agenda da greve
Segunda-feira (11)

Visitas às escolas
16h – Instalação do piquete da greve, na Praça Saldanha Marinho

Terça-feira (12) 
10h – Ato Público Estadual em frente ao Palácio Piratini, em Porto Alegre

Quarta-feira (13)
Visitas às escolas
16h – Aula cidadã, na Praça Saldanha Marinho

Quinta-feira (14)
Visitas às escolas
16h – Ato Unificado com outras categorias, na Praça Saldanha Marinho

Sexta-feira (15)
Visitas às escolas
14h – Ato na sede da 8ª CRE

Quadro da greve na área de abrangência do 2º Núcleo do CPERS/Sindicato:
Santa Maria
Totalmente paradas:

Cícero Barreto
Margarida Lopes
Dom Antonio Reis
Walter Jobim
Xavier da Rocha
Prado Veppo
João Link Sobrinho
João Belém
Marechal Rondon
Padre Caetano
Edna May Cardoso
Maria Rocha
Ciep Paulo Lauda
Cilon Rosa
Gomes Carneiro
Castelo Branco
Coronel Pillar (aulas apenas para os anos iniciais)
Tancredo Neves (apenas o EJA funciona com período reduzido)
Total: 18

Parcialmente paradas:
Augusto Ruschi
Manoel Ribas
Princesa Isabel
Érico Veríssimo
Marieta D’Ambrósio
Edson Figueiredo
Celina de Moraes
Paulo Freire
Reinaldo Cóser
José Otão
Romulo Zanchi
Olavo Bilac
Santa Marta
Yvyra’Ja Tenondé Vera Miri
Augusto Opè da Silva
Total: 15

Aula normal:
Boca do Monte
Arroio Grande
Tiradentes
Naura Teixeira Pinto
Julieta Balestro
Humberto de Campos
Almiro Beltrame
Total: 7

Total de escolas em Santa Maria: 40
Total de escolas atingidas pela greve: 33

Região:
São Martinho da Serra

Lélia Ribeiro – Total

São Sepé
Ciep – Parcial
Leonardo Kurtz – Total
São Sepé – Total
Reinoldo Block – Total

Silveira Martins
Bom Conselho – Parcial

Dilermando de Aguiar
Rocha Vieira – Parcial

Formigueiro
Olivia Lorentz Schumacher – Total

Júlio de Castilhos
Dolores Paulino – Parcial
Miguel Wairich Filho – Total

Faxinal do Soturno
São Domingo Sávio – Total
Dom Antonio Reis – Total

Ivorá 
Padre Marcelino Copetti – Total

Nova Palma
Tiradentes – Total

Cacequi
São Pedro de Alcântara – Parcial

Total de escolas atingidas pela greve na região: 15
Totalmente paradas: 10
Parciais: 5

Resumo da greve no 2º Núcleo
Total de escolas na área de abrangência (18 municípios): 92
Escolas atingidas pela greve: 48
Escolas paradas: 29
Escolas com atividades parciais: 19

Fonte: 2º Núcleo do CPERS